Visitantes da página

quarta-feira

"Epífio"




Era infarto, de fato...
Câncer, o desejo desde aquele afago para aliviar meu cansaço...desde, aquele bom dia;
O bem que me desejava, o olhar de maldição que me queria...
Morto, torto... pálido, esquálido, esquartejado por caçadores da meia noite, ou do meio dia!
Sem valor algum, um pouco mais inválido...
Sem pressa, uma prece, uma conjuração em contraste com juras de amor eterno de atraso!
O preço de seu apreço...
Te vejo face a face, quase te enxergo, mas nunca te vejo!
E, se o faço por instantes...ainda  não te reconheço;
Sonho de fuga, sonhos de paz e prosperidade em pleno movimento...
Contudo, não fui capaz sequer de um simples "Santana" que me levasse ao meu "livramento"!
Livra-me deste cigarro imaginário ordinário, deste escarro de maldição nojento...
Pedi ao próprio tempo, ou ao seu proprietário, um tempo...
Ao ar, mais oxigênio, menos vento!
Dizia me amar, mas era deveras, aquele olhar de soslaio que duvida de minha conduta...
Diz, desde a retina que bandido bom como eu, é bandido morto...
Presume e pragueja com rosto tomado pelo desgosto, seja lá qual for sua verdade de cara resoluta e mente poluída por dúvidas!
Parabéns, afinal quem espera entre as feras, deseja sua trajetória por meandros e nada alcança;
Caminhei por meu calvário, sobre o quartzo  e  calcário, um corpo sem alma, é aquilo agora descansa...
No salão pobre", desta terra que não me conhece, mas me rejeita...a terra branca;
Até uma próxima passagem, até uma próxima viagem, até uma "Terra", Marte, ou morte que seja de mais sorte...todavia, mais branda!
Saindo o féretro com um conteúdo abjeto e sem fé, para onde não se recorda nenhuma lembrança.

3 comentários:

  1. É assim mesmo... do bastardo não reconhecido, por ela concebido, ela SEPULTA!
    AH, TERRA BRANCA FILHA DE UMA...DIGO, NOTÓRIO CESTO DE FRUTAS.

    ResponderExcluir
  2. Para começar o dia com humor, muitooooooooooooo bom menino hahahhahahh

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.