Visitantes da página

terça-feira

Questão, de fé e ciência...paciência.





Salgado é o sabor do suor...que seja água, que seja sangue, que seja verbo que se conjugava no passado e se converte novamente em lágrimas amargas;
Arrisca tua poesia caminhando em círculos que lhe concedem segurança..águia, quebra teu bico, alça novamente teu vôo sobre tudo, urso afia tuas garras...
Olha de cima aquilo que não merece ser visto de perto, às voltas com  a escuridão de um céu sem estrelas, prenúncio de lástima;
Suave se parecia o caminho, que lhe prometia com segredos de punhos cerrados ocultos, algum carinho...
Para um guerreiro não há descanso, para um soldado do destino...o sono sempre será inimigo de teu avanço;
Mas, se eu num dia desses me canso, se arrisco coisas onde ninguém ouça...em um lugar carente de coração...
Se entoar em minha voz entristecida, como um bom alento para prosseguir em minha solitária caminhada, para nenhum ouvido que não seja do vento, uma canção;
A dor do corpo te acorda...o som das sirenes e gente ensandecida, te desperta...
O alvo que se movimenta, a alça de mira cega...o calibre pesado de pesar, tiro que nunca se sabe de onde vem, mas quase acerta;
Ter de se parecer inteiro...metade que para no meio;
Melhor há de ser de fato meio...metade que caminha o percurso e força aplicada em constância, que supera seus limites e seus medos;
Tranquila...se parecia a vida, se pareciam as marés, quando baixou tua guarda e se deitou à margem para contar estrelas, se encantar com o canto da sereia ou com o luar, incauto;
Um dia a mais para se levantar, ter de percorrer por aí sem motivos que transcendem a própria aparência, sentindo o frio de olhares...de concreto e asfalto;
"Ninguém disse que seria fácil, contudo...ninguém jamais disse que seria tão difícil assim"...
Todo primeiro passo que se pareça com progresso, parece estar fadado a um triste e indigno fim;
Fazer retrocesso, fazer o inverso...no reverso, novamente o revés que lhe imponha um estranho universo...
Ao qual não pertence, universo e suas questões estranhas que remetem a metafísica ou ciência que nada explicam, mas tão somente tornam tudo mais complexo;
É necessário um dia, que seja...para lembrar daquilo que lhe faça humano e justifica a natureza sem lógica de todo processo...
É necessário fé, em qualquer coisa que seja para prosseguir em sua caminhada, epopéia sem glória ao manter-se em pé, resignado com a infâmia e insucesso.





8 comentários:

  1. Hoje meu dia, amanheceu azul...assim, por livre escolha.
    Colori o cinza e toda sua estranheza, melancolia, pela cor que nele desejava...mas, ainda não via.
    Eu caminhava e somente isso bastava...eu seguia e conseguia.


    Por: Chis Mar...ops, não. Fernando Ordani.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. P.S: Obrigado...COLDPLAY. "The scientist", explica.

      Excluir
  2. "Ninguém disse que seria fácil, contudo...ninguém jamais disse que seria tão difícil assim"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeição, em música que diz tantas coisas sobre o mais importante na vida...que, por vezes, esquecemos. Que às vezes, o próprio destino se esquece.

      Excluir
  3. Difícil pode ser, mas não impossivel. Sofremos choramos mas a cada queda levante-se e recomece as vezes o.seu problema não é nada e a solução está ao nossos olhos e não vemos. Faça todos os seus dias um motivo a mais para lutar e nunca desistir. Veja tenha fé no amor tenha fé na vida, saudoso Raul.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal a mensagem, obrigado pelo comentário. O texto, é quase ficção... inspirado em histórias de vidas que se superam, justamente para que não terminem pedindo pelo recomeço como a canção. Desistir, jamais. Sequer é cogitada esta possibilidade no conteúdo explícito, ou nas entrelinhas, do assunto em questão.
      Gratidão ;)

      Excluir
    2. Poxa vida, Fernando...como admirador de teus escritos, realmente percebo que poesias ou textos excelentes, não são escritos para olhares de qualquer pessoa. Especialmente, as pessoas sem sensibilidade. Sim, sensibilidade, pois antes do pensamentos, há os sentidos que deveriam ser acionados. Enquanto, alguns...infelizmente por acreditar que tenham a fórmula mágica para resolução de todos os problemas e comentam, deveriam abster-se.
      Saudações, estimado!
      Luís Carlos Oliveira, um leitor agraciado.

      Excluir
    3. Agradecido pelo comentário, caro Luís Carlos. Contudo, devo advertir previamente a todos que aqui expõem suas opiniões, que são livres para o fazer.
      Todavia, de fato, o entendimento será sempre algo muito subjetivo...complexidades, simplicidades, contrastes, opiniões contrapostas. Entende?
      Muito agradecido, especialmente pelas menções elogiosas quanto aos meus textos e pelo carinho.

      Excluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.