Visitantes da página

quarta-feira

Libertação...(Nosso legado).





Quis dizer, sem palavras faladas, como costumo fazer...mas, vocês não tinham tempo pra ler;
Quis fazer diferente, dizer aquilo que não se repete por aí, mas no coração se sente... ninguém, quis saber;
Quis chamar a atenção, pois era filho até então...quis provar a mim mesmo, provar a vocês que era digno de alguma admiração, imerso em meu contexto...
Não havia tempo, não havia uma linha que pudesse chamar por minha, que despertasse alguma curiosidade, mas no quintal do vizinho...novidade!
Havia brilho, coisa linda que se repete todo dia para ser assunto, algo que servisse como bom pretexto;
Quis ser somente alguém, em um reencontro distinto comigo, quis encontrar nas letras salvação, encontrei somente solidão...
Deparando-me sempre, às voltas com minha ilusão de que deveras, se importavam comigo!
Quis, ser um bom amigo, deixar de ser meu próprio inimigo...mas, para alguns pecados há perdão, para outros, eterno castigo;
Hoje, não mais preciso...hoje, uma flor trouxe de volta um motivo para preencher grande parte daquele vazio, que se traduzia em ausência para um sorriso...
Que bom, foi ter sobrevivido às intempéries...
Que bom, é romper com ciclos de prejuízo, romper com o ostracismo imposto que lhe fere;
Segue... não olhe pra trás, pois sei que não lhe apraz, ter a companhia de alguém "iludido", que nada além de letras oferece...
Segue, a vida em si por nós que se desatam, pelo fim do desatino, agradece!
Eu sentia frio, enquanto dormiam...eu não tinha paz, a paz de maledicências que não me traziam...
Eu pedi esmola, mas freqüentei a melhor e a pior das escolas, superei a mim mesmo, porquanto envoltos com tuas turmas e tramas fúteis, se distraíram;
Obrigado, por de fato me mostrarem que jamais se importaram...
Gratidão, por agora poder seguir e viver sozinho, enxugando aquela lágrima de desgosto, com a convicção inabalável...
De que jamais me quiseram...e que agora, posso pensar que jamais existiram.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.