Visitantes da página

domingo

Favorece, o uso.




A topografia...favorece o uso de fuzil;
Para chegar ao cume da montanha que via, para toda nossa insegurança...onde até os passos tenham medo de chegar, mas um povo alegre dança, favorece, o uso de fuzil!
Para o discurso que não traz solução, para distrair dos fatos a população...a televisão, favorece o uso de fuzil;
Abordagem, sacanagem...culpado por ter nascido em terra de desconhecidos onde impera a malandragem, favorece, quem daqui fugiu;
A mão armada, a locomotiva parada, os pedágios a pagar e todas as taxas...favorecem, ao cidadão servil...
Pensar que para nada serve, que nada mais é o que adianta onde tudo se atrasou...e tudo isso, favorece o uso de fuzil;
Porém, pensar nisso tudo me dá medo...medo de contar por aí o que ando pensando em segredo, medo de que seja de conhecimento popular há tempos, aquilo que somente agora me faz comer além de unhas...os dedos...
Favorece, pensar que passagem para outro lugar seja possibilidade de paraíso, todavia medo também me causa o preço!
Preço a pagar, por sem pedir para nascer onde tudo parece condenado a fracassar e...favorece, o uso de fuzil;
A força armada, descoberto o refúgio de quem se abriga no pensamento...na utopia, agora massacrada...todos se parecem com um, nenhum se parece com nada;
Este texto, aparentemente fora de todo contexto, este autor que eu desconheço...cidadão, do qual ninguém ouve falar ou ninguém viu...
Problema fácil de se solucionar, há olhos para ler...páginas para pensar ou ignorar...coisas a se apagar;
Minha cabeça...favorece, o uso de fuzil!
Se for "para o bem de todos", alegria geral de uma nação que ainda pensam que a capital é o Rio...
Que nossa língua estranha é espanhol, que nossa doença não tem cura, que deste lugar somente sai loucura...nossa subserviência que se confunde por aí com idiotice, simpatia, ou ternura...favorece...o uso de fuzil, o consumo exagerado, de Rivotril!
Ou, simplesmente, que eu me cale...e vá até aquele lugar que a quem ousa falar sobre algumas feridas sempre cabe...favorece, a ponte que se parte, o muro que separa, o voto válido que não valha, a puta...que pariu!




5 comentários:

  1. Nem precisam me mandar...aqui, já estou! rsrsrs..

    ResponderExcluir
  2. Crime, a insegurança favorece o beneficiado.... o medo, faz segurar nas mãos um fuzil, a ocasião não faz o ladrão, e sim o ladrão faz o momento sem ter ocasião. Problema fácil de se solucionar, porém quem irá se arriscar? Brasil desordem e regresso. Salve essa nação, são somente palavras ou tenho a razão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deveras, estimada Joice Martins...mas, isso já foi dito antes. Foi dito, e escrito, até mesmo antes do "antes"...rs.
      Deixa pra lá. Muito obrigado pelo comentário.

      Excluir
  3. Pais onde tudo pode desde q tenha nome ou seja presidente do Brasil. Brasil varonil onde talvez polícia civil não tenha nem o fuzil, piada la fora e agora olimpiedas para esquecer ou tirar o foco das disgracencas q aqui se viu. Pobre pátria Brasil. Medooo !!!! É pouco pavor, vamos fugir pro outro lugar baby só assim seremos reconhecidos uma pátria sem ordem sem progresso.

    ResponderExcluir
  4. Realmente, amigo(a). Obrigado pelo comentário e por compartilhar a indignação.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.