Visitantes da página

sexta-feira

Vira-latas.

Isso tudo, ou nada disso emana da alma...se alguma suposta essência...
Se por acaso se parece com coisa sem sentido, com ofensa...perdão, somente peço paciência;
Não sei de fato quem sou, o porquê de persistir...restar, como algo que não serviu, não fora bom o bastante e do jogo, foi peça descartável que sobrou;
Sei, que o tempo para ser tempo já passou...a palavra certa, na espera eterna ficou...
Sei, que nada sou além de algo que desconheço...sei que nada sei, pouco além sobre ilusão de recomeço...
Entretanto, não estou bem certo se é de fato perecer sob a poeira do ostracismo completo, o destino que mereço;
Por vidas, corri os riscos...em minha loucura de vocabulário pobre de um vagabundo, em versos quebrados e singelos, um dia fui capaz de arrancar lágrimas ou sorrisos;
Perdão, ilustre senhor ou senhora que nada tenha com isso...mas, para tudo que venha a fluir de um coração ferido, haverá decerto algum dano inesperado, prejuízo...
Orgulho...idiota, que todo boçal há de ter por em sua própria originalidade, quando duvida de suas próprias verdades, ser;
Palavras foram exposição de idéias desconexas, porém com a profundidade que há de ter uma alma, um corpo esquálido que resiste à sua própria sina de maldição;
Gostaria somente de um dia, poder entender...ou como os demais fingir não se importar, fingir não saber...ostentar um semblante austero de suposto senhor de toda razão;
Gostaria de compreender, a conjuração...o mal que atinge tua morada, daqueles que pouco se importam, a lógica de ver nada além de sua retaguarda;
Creio, que tuas palavras possam encantar mais que as minhas...no entanto, teus pecados podem ser iguais aos meus...
Algumas coisas que sejam vidraça e se estilhaçam à luz do dia, crimes ocultos que não se vejam em razão de um céu que escureceu;
Perdão, pelas súplicas infundadas de quem seja humano por demais e jovem o suficiente...para se revoltar e estar ciente, de que muito além de seus limites cedeu e nada em troca, recebeu;
Perdido estou, num lugar qualquer por aí onde ninguém encontra...porque sequer procurou;
Palavras nada serão além de palavras, se não se encaixam diante dos olhos de rejeição, que prontamente e sem hesitar, as rejeitou.


2 comentários:

  1. Creio que nem mesmo, um vira-latas ao meu lado restou. Talvez por falha minha, talvez por demérito meu...talvez por não me reconhecer no espelho e enxergar, que o vira-latas iludido com alguma nobreza, seja deveras, eu.

    Por: FERNANDO ORDANI...um cara que se dispôs mostrar que era, de fato original, com muito orgulho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. P.S: Fiz o que pude, com aquilo que dispunha.
      Sem mais.

      Excluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.