Visitantes da página

terça-feira

Parafernalha dos infernos.




Preenchendo ausência com um pouco mais de vazio...vazio em alto volume;
Preenchendo vazio deixado por alguém que se foi sem necessariamente partir...frivolidades que causam ciúmes;
Meu equipamento, solitário vivendo entre alguns, fiz opção por ser somente meu todo momento;
Escuri aquilo que esclarecia, denunciava...era luz, verdade por demais a quem incomodava, a quem não merecia;
Por detrás de ouvidos surdos por voz que em minha alma ressoa, há de soar tão agradavelmente muda a voz de qualquer pessoa;
Nada muda, logo mudo eu...por detrás de olhos agora escuros nada há de ser, nada há de transparecer, senão sinais óbvios de que algo entre nós que se desataram em singular, morreu;
Coisa séria ou frescura...som alto, "rock do bom", "asas de cera", doce ilusão que me façam levitar...
Evitar a ignorância, da multidão que clama por voz sem nada ter a dizer, a loucura!
Minha amada parafernalha, quando tudo parece lhe deixar de lado...tu jamais de me deixara!
Liga quando quero, desliga...quando cansado me faço até mesmo de ti, cansado estou de solidão acompanhada, em minha prisão sob liberdade vigiada me desespero;
De ti, ao menos nada espero...me oferece nada além da voz ou imagem escurecida, tela em alta resolução, quarto escuro, seguro de maldição, tudo aquilo que possa me iludir e me apego!
Preenche o vazio de minha alma, oculta o vazio de meu olhar...faz-me esquecer sobre vazio de meu ego...
Parafernalha dos infernos, esteja comigo para onde os ventos errantes me levarem...
Para onde meus passos com erros ou acertos, novamente alguma experiência com o acaso trocarem;
Tenho muito a contar para as paredes, tenho segredos a confessar aos pássaros...porém, hei de preferir te ouvir, algo porventura escrever, incógnita me faça...parafernalha!
Aos olhos de quem me jura amor, mas não me procura...a quem lhe diga ter ouvidos ou algo a mais para ti, mas nada passam de afirmativas volúveis que a um dia de chuva não resistem, não perduram!




2 comentários:

  1. Frases feitas, soluções prontas para tua vida...frases de efeito.
    Vícios de linguagem, vícios de caráter...defeito?
    Perdão, talvez não fosse isso que nenhum de nós queríamos, mas era o que havia de ser feito!
    Parafernalha dos infernos...em tempos de idiotas tão proeminentes, arrogantes e PREVALENTES, és o equipamento perfeito!


    Por: Fernando Ordani.

    ResponderExcluir
  2. A parafernália deveria haver em todos os lugares se possível em todos os momentos para evitar pessoas, sim eu digo "pessoas" tudo que a contém pessoas há uma irritação e quando irrita automaticamente precisamos de uma parafernália para fingur que nada se ouve e nada se ve. Simples e objetivo \☆/

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.