Visitantes da página

sexta-feira

O mundo do seu jeito.



Prefiro as incertezas do temporário ao conforto do vitalício...
Prefiro o humano falho, prefiro frangalho...a nobreza de sua virtude, a vergonha que lhe imponha seu vício;
Prefiro real ao fictício...ideal é perda de tempo, ilusão de perfeição longe do paraíso é desperdício;
Prefiro sangue, coração, solidão...prefiro sofrer, prefiro morrer na intensidade daquilo que seja válido, do que viver à margem mim mesmo para assistir a tudo isso!
Prefiro passar o tempo, perder coisas que sejam paciência permando limites de loucura, caminhando na corda bamba ou no limiar do precipício...
Do que perder meu tempo provando aos errados que estava certo em algo, quando para viver basta um e assunto é ser feliz, logo ninguém tem nada com isso;
Prefiro o abraço de um amigo, à mordida de mil vampiros...
Prefiro o profano que pegue fogo na cama, prefiro gritos e delírios...a sussurros e suspiros;
Preferi a chama que queimasse e o chamado do perigo, o prazer prenúncio de açoite, loucuras dentro e fora da noite...a certeza de imposição de castigo...
Ao conforto de viver em lamúrias trancado em um quarto, se deprimindo esperando por um ombro amigo;
Preferi estar mais do meu lado que ao meu lado, preferi muitas vezes me isentar das culpas, cobrir os rastros, não deixar traços...
Crime com requintes de perfeição que salta aos olhos, acusação leviana que leva à loucura teu inimigo;
Prefiro o idolo humano que me ignore...aos supostos deuses que punem sem piedade quem não dobre seus joelhos, peça perdão pelo que não fez, quem não implore;
Prefiro o céu sem azul ou negro sem lua, que a gente colore...
Prefiro ser eu, me apraz ser parte integrante de mim, ainda que nada seja...que por um dia eu me iluda com doce ilusão de ser estrela e à noite sozinho, chore!






11 comentários:

  1. Obrigado, meus queridos "ídolos"...prometi a mim mesmo que faria o melhor que poderia ter feito, embora tenha ficado muito longe de ser perfeito.
    Adoro dizer que tenho orgulho de vocês, que fazem parte de meu D.N.A, correm em minhas veias...adoro dizer que de certa forma, fui formado por vocês, resta aqui um último tributo deste que hoje se despede. Diante da imensidão que são (foram) vós, estou ciente e FELIZ por ser componente desta praia na condição de um mero grão de areia!

    Por: Fernando Ordani!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, eu não os ouvia à toa, nada foi "por acaso"...rs. Embora, creia até hoje não os ter compreendido por completo, que prazer é tentar decifrá-los!

      Excluir
  2. Simplesmente fantástico, como não se emocionar diante a tantos astros da música? Verdadeiros cantores, amante da música, inspiradores como ocorreu aqui parabéns Fer mais uma obra prima.... feira com tanta dedicação não tenho dúvidas que vc mexeu assim como mexeu comigo PERFEITO. ÊXTASE, SEM REAÇÃO ASSIM PERMANEÇO...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feito de coração...e não, não eram "astros" da música. Eram "Caras que escrevem", tocavam algo e eram/são FODAAAAAAAAA!!!!!! hehehehhe
      Amantes sim, daquilo que fazem/faziam, atitude sem se preocupar com "caça-níqueis" sabe, coisa que não se vê em supostos "ASTROS" tão superficiais de hoje em dia.

      Excluir
    2. Presente do céu a um anjo da terra chamado Fernando Ordani @:)

      Excluir
    3. Anjo...sei lá o que sou, mas anjo, sei não..rsrsrsrs.
      "Um cara, que escreve". rsrsrsrs
      Valeu, guria!!!!

      Excluir
  3. Respostas
    1. Na verdade as coisas se escrevem por mim...é mais ou menos assim. Valeu!!!! ;)
      Sempre!

      Excluir
  4. E quando por si somente se escrevem, se transforma em uma bela poesia, como agora, Fernando Ordani seja esse cara eternamente. Porque você não somente tem um dom de um escritor e sim o dom de encantar. Parabéns por tudo que nos proporcionou até o momento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão...é a palavra remanescente após tudo isso.
      Sem mais.
      Se por acaso eu seguir, o que deve ser uma quase certeza devido à minha condição, será em um outro lugar, uma outra estação! heehehehehe
      Obrigado, meu caro ou minha cara, pela menção elogiosa e pelo carinho!
      Grande abraço!

      Excluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.