Visitantes da página

terça-feira

Páginas viradas de vidas esquecidas.



Folha em branco...páginas amareladas pelo tempo, espera por palavras que não foram escritas, espera por histórias...
Eternas memórias, breves e intensas como o brilho de velas expostas às incertezas daquilo que se acenda ao vento;
Resistente ao tempo, lágrimas secaram sobre folhas deixadas no esquecimento...palavras omitidas, vidas vividas;
Sem entrelinhas para que fossem sequer mal interpretadas, tampouco aos olhos do sábio, nada se compreende do silêncio acerca de coisas omitidas;
Lidando com silêncio...pensamento fala, voz se cala...mãos, trêmulas e esquecidas, não obedecem ao ímpeto de transformar sensações diversas, em palavras;
Titubeia, palpita coração na mão daquele...daquela que sente;
Contudo, consigo mesmo não se entende, em palavras não se encontra....em plena liberdade de pensamento, se perde, se prende;
Página molhada, página virada...esquecida simplesmente pela opção por vida, talvez...sobreviver sem nada dizer;
Felicidade ou tristeza, futuro se fazendo no papel acerca de um presente, sobre o qual se creia ser melhor omitir por livre escolha...nada escrever, por assim querer;
Viver plena satisfação em optar por vida, sobreviver e nada ter a dizer em poucas páginas, senão aquilo que diga uma lágrima caída...
Lágrima preenche espaço de palavra, lágrima lava sem querer o rosto...leva embora, displicente, glórias ou desgosto...
Lágrima, transcrição perfeita quando tudo emudece, quando aquilo que se fazia clarividência escurece...
Lágrima que resulta daquilo que no peito sufoca, ânimos arrefece;
Se esquece, segue em frente vida por ser vivida, página em branco...se amarelando com o tempo, esperando por histórias permanece...
Seja coisa que faça exultar, seja coisa que entristece..
Sejam coisas que aos olhos alheios pouco interesse...
Contudo, que sejam verdadeiras para se dizer de uma...quiçá duas vidas, coisas somente de um ou dois corações, acerca de eternidades, embora eternidades que em uma semana perece...
Coisas sobre uma pouco interessante forma de vida, válidas para que se digam coisas que não se esquecem!
Páginas esperam, vidas envelhecem...páginas em branco nada dizem, vidas passam, sobre lágrimas em papéis amarelos, nada permanece.







Um comentário:

  1. Creio que muito tentei dizer....creio sobretudo, que sobre tudo ou nada disso, nada praticamente por mim foi dito...
    Enfim...bom ou ruim, está escrito.

    Por: Sim, eu.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.