Visitantes da página

terça-feira

Desejos e segredos.




Desejos serão apenas desejos, mas sobre desejos...mentiras que anseiam por verdades, desejam escutar;
Desejos serão apenas frivolidades, da mente...coisas que agradem ao paladar, satisfaçam aos sentidos primitivos, coisas simples para que sejam censuradas peremptoriamente;
Desejo te ouvir, porém desejo saber de tua mais profunda verdade, superfícies agradáveis somente;
Profundezas de águas turvas, humanos serão por vezes insulares...e insular desejo, quando vida é única, face a regras ou pudores...falsos moralismos, não se curva;
Sinceridade, pretensa forma de ouvir aquilo que seja conveniente mentira, para que este sempre seja válido, para que eternamente se consume em confortável forma de verdade;
Piedade, não se pede por ser humano, não se pede por ter nascido para sentir ou consentir com toda forma de dor, amor ou desamor...sentir desejos proibidos, preterir sobriedade por doce torpor;
Fogo que consome chama de vaidades, que alimenta amores que se registram em fotos, distinta alegria que não condiz com realidades desagradáveis;
Fogo que alimenta paixão, fogo...que seja inferno de humano por demais ser, por padecer, por sentir-se estranho ao suplicar perdão por teu estranho e não confesso tesão;
Fogo, me consome por dentro...vida me cobra aqui fora;
Frio que peça pela verdade, frio que repousa ao teu lado com a quase certeza de, em uma manhã incerta, ir sem adeus embora;
Pagando por pecados, quando pecado maior quiçá seja humano nascer para vil açoite na pele sofrer e por esta intermitente forma de dor...de joelhos, agradecer;
Pagar por respeitar, respeitar para sutilmente ser enganado por quem peça para ser respeitado...
Se houvesse apenas uma chance contra toda hipocrisia vigente, se houvesse lembranças sobre quando de minha própria concepção foi complacente em afirmativa resposta ou calado...
Perdão,  talvez então desejaria ter sido sincero, jamais desejaria ter sido;
Jamais, seria sem lembranças a este mundo trazido, de pecados ocultos e de rostos criminosos ostentando sorrisos...
Seria o tempo certo, para JAMAIS, ter conhecido.



Um comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.