Visitantes da página

quarta-feira

Vida...de todos nós.

Bom dia, pessoas do planeta tão água que se chame por Terra;
Bom dia, a quem faça, a quem se liquefaça...somos todos passíveis de transformações, mas que repetições não do mesmo estado não se façam;
Pessoas assim, simples como eu e tão falhas...pessoas verdadeiramente humanas despidas de roupas, pele e até escamas...personalidades errantes, porém sinceras;
Há de cansar oferecer um ramalhete de tuas mais raras e caras rosas, para quem lhe proponha paz...com latente, pouco aparente desejos de guerra;
Feras, porém sempre dotadas de franqueza, fraquezas...feras tão humanas para sorrir ou chorar, sublimar, condensar...precipitar, feras a respirar...bípedes formas sinceras!
Verdade é o que aos céus se peça, por vezes...ajoelhando-se em súplicas por mentiras convenientes, joelhos que se dobram sobre frio do piso, concreto...ou acolhedora e receptível terra;
Bom dia Vênus, para quem seja de Vênus...ainda, embora seja Deusa, ou uma mera camisa;
Bom dia, sinta-se à vontade para brincar com palavras, afinal um pouco seu será o mundo...porém cuidado, com o rosto onde cospe ou o chão, onde pisa;
Audácia, ir adiante, seguir além...
Não necessariamente será com intentos de superação, não necessariamente te fará condizente verdadeiramente com teu discurso, que apregoa suposto bem;
Ao teu gosto, apesar de ti...ao meu gosto, desgosto, contragosto...
Tudo que vai, nem sempre retorna...porém, intensidade se faz na medida certa  para que seja digno e merecido retorno neste proposto jogo de vai e vem;
Vida é para apreciar, amizades raras e sinceras para desfrutar...vida, não é jogo que se proponha, com a vil pretensão de sempre ganhar;
Bom dia Sol, boa noite luar...bom dia a todos que saibam sonhar, mas saibam que seu espaço é suficiente para que possam sonhar;
Bom dia mar...sua brisa inebriante é fascinante ao me inspirar, porém que bom é saber sobre sua imensidão e sobre minha  condição tão fugaz, quando meu existir será um sopro, mas tu...por uma quase eternidade há de durar;
Bom dia céu, cor que em ti se faça...bom dia a todas variações e nuances, bom dia ao solitário...bom dia ao romance;
Bom dia...não será necessário para se dizer, mas será suficiente para ser ao se ver um novo dia tão seu, como nova oportunidade despontar;
Bom dia para quem saiba em verdade, ser verdadeiro...saiba o significado de real compaixão, que não seja travestida de infeliz pretensão...
Bom dia, a quem embora não saiba, porém esteja disposto ao aprendizado de ser paciente;
Bom dia para quem deseja saber empatia e aprender amor, a quem queira a cada dia ser mais gente;.
Receba em troca amor...disposição para aprender a amar, que não fira um coração inocente.




3 comentários:

  1. E minha escrita que por mim, se escreve...mal não habita, mal não resiste, mal não se atreve.
    Brincar, somente se for brincadeira consentida que valha a pena recordar, jamais ser ressentida.
    Brincar, somente com palavras...jamais com versos venenos, com pessoas, ou com VIDAS!

    Por: FERNANDO ORDANI

    ResponderExcluir
  2. Emocionante, quando oferecemos um pequeno pedaço do nosso coração, estamos oferecendo a única coisa que possa dar em forma de nobreza.
    Após oferecermos, penso que resto com mais do que havia antes... por um pouco de mim, a mais ter dado, esse lado bom restar nela.
    Você me emociona sempre, e a cada dia mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo comentário, obrigado pela leitura, pela apreciação menina!

      Excluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.