Visitantes da página

quinta-feira

Sádica retribuição.




Ah, quem me dera! Se visse à curta distância esse sorriso ou rubor em tua face;
Tingir-me-ia de todo rubro, me banharia com satisfação em rubro enquanto tu gritasse;
Cano de ferro frio, cano de ferro que esquenta...de joelhos, reze agora para teu Deus imaginário que jamais intervenha;
Golpes, assovio no ar...intermitentes, estampidos breves atingindo onde faça doer, ferro penetrando em fulgor, ferro quente;
Mais rubro vital, rubro pulsante...veia arterial? Não, desejaria degustar em longos minutos este derradeiro instante;
Súbita sucumbência não interessa, sofrimento de quem se arraste em súplicas...há de ser mais interessante;
Cano frio, oco tal qual este corpo que lhe castiga agora, sem piedade e sem alma;
Enquanto rezas para meu entretenimento, peça por tua vida...um cigarro aceso ao contemplar esta cena de prazer em nosso derradeiro momento...
Embora abstrata pretensão, há de ser redenção para toda sorte de vivido trauma, cada trago e premeditada pancada, devolve aos poucos o sorriso que de mim roubara...minha calma; 
Ah, quem me dera! 
O frio deste cano em teu corpo penetrando, com a voracidade impiedosa da pior das bestas, da mais vil fera;
Este cano arrancando sorriso de seu rosto, cano quente que lhe faria sentir escorrer rubro maldito,  de gente assim de tua estirpe, caro verme orgulhoso...
É bom em devaneios, em minha própria loucura, premeditar um "Gran Finale" nada glorioso para ti, que seria talvez a reciprocidade de nosso fim;
É bom lhe ver sofrer...como é bom ouvir teus gritos de dor, ao lhe castigar assim...
Sem dentes, sem movimentos, traumas...tortura física e psicológica fazendo-lhe agora, o vegetal que tanto sonhei um dia;
Sorria agora sem seus dentes, desgraçado...sorria enquanto tenho o doce pegajoso cor de tua vida em minhas mãos, sua vadia!




2 comentários:

  1. Comece a rezar...será que teu Deus, ou o teu Diabo, podem agora do castigo e humilhação impostas por estas mãos...armadas com este ferro de justiça, lhe salvar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. P.S: Alógenos assim tão iguais...seres tão idênticos, mas orgulhosos de serem supostamente especiais...eu VOS SAÚDO, com SANGUE!

      Excluir