Visitantes da página

sexta-feira

O que pedia, a poesia?

Inadvertido, incauto irmão...não há de temer fogo que aquece sem capacidade de queimar, tudo o que seja digno se brilhar e ser realmente bom;
Não há de temer descer ao inferno para olhar nos olhos de demônios que não sejam intrínsecos, aquele que entre demônios já caminhou e ileso, restou;
Um fogo acende, uma estrela cadente cai, se apaga rapidamente;
Saiu pela tangente o embusteiro, o sofisma materializado...a pretensa forma de humana gente;
Não há males que com disposição não se vença, não há espaço para aquele...que em sua loucura, ser maior que o próprio mar, pensa;
Poesia há de pedir por versos e estrofes, há de pedir por formas definidas ou serem livres em distinta condição;
Poesia há de clamar por alegria, melancolia...exultação de coisas naturais, etéreas, abstratas...
Jamais, por enigmas que se assemelham à oculta maldade que não se veja em olhar superficial de letras, todavia se oculta no coração;
Poesia não pede maledicência com disfarces de ultraje na frieza de um bom dia;
Poesia...há de ser assim chamada por quem leia, por excelência e não, por aquele que em seu maior intento ou ímpeto de suposta genialidade, queria;
O que querias? Espaço para expansão sem invasão do alheio território...sem fazer poesia de colisão?
Da mesma matéria que se diz constituído...pisa teus pés, sinta este chão;
Saiba um pouco mais sobre vida, quando não há necessidade de demonstrar requintes de tua crueldade com a sutileza que lhe confira toda erudição;
Tire os livros da prateleira, escreva o livro de tua própria trajetória...
Cuidado, porém, com o que se escreve nestas linhas...pois, há de se determinar por esta escrita de indelével condição;
Se serás enaltecido por tua própria história, se serás para quem busque a sua própria...eterna forma petrificada, a ser removida, de restrição. 




3 comentários:

  1. E por fim, "livrai-nos de toda forma de mal...do nosso próprio e daquele à espreita com olhar tão dócil, AMÉM!"
    E sem condições de "se", para este amém!

    P.S: É neste lugar que NASCI como "um cara que escreve", é neste lugar que quero MORRER, como escritor.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom. Aqui surgiu e serviu para expôr seus textos, para que as pessoas conhece também quem é o Fernando Ordani. Não somente um HD. Fernando Ordani obrigada por não deixa a sua escrita morrer. Forças e inspirações sempre....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela há de morrer, quando chegar sua hora...não, quando alguém tentar DETERMINAR a hora.
      Obrigado, sempre...querida!

      Excluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.