Visitantes da página

quarta-feira

Coito Interrompido.

Se fosse pra ser, assim deveria ter sido;
Não teria ar inócuo da ausência, não teria cara de projeto interrompido;
Se fosse pra ser...seria;
Não restaria agora em uma face desilusão...e, em outra, expressão satisfeita de alegria;
Momento de ápice, quase foi somente quase...
Que se consumasse o "crime", era talvez o que queria;
Não vejo tempos verbais que não sejam presente, não penso sobre coisas hipotéticas...patética face estampada em meu rosto a esperar o indesejado, impaciente;
Vivemos intensamente, quase chegamos naquele nirvana que fosse toda expressão maior de justificação...para que se pudesse assim viver eternamente;
Corpos distintos, em um somente por minutos na lascívia irresistível, fazendo fusão...distinção, se fazia impossível;
Vem e vai, vai e vem...não se sabia neste intermitente e prazeroso vai e vem prazeroso de magia....
Quem ao clímax, talvez....em princípio, chegaria;
Jamais, imaginava que aquela porta se abriria, que seu cônjuge, nús, nos surpreenderia...
Jamais imaginava que era contigo que minhas loucuras, meu sonho de insano consumo realizava...porém, não se consumava;
Jamais pensaria que do alto daquele terceiro andar...quase perdi minha vida, ou liberdade, naquele memorável dia!
Até, uma outra oportunidade...até um outro dia.



2 comentários:

  1. Vizinha...amiga, priminha???
    O quê????
    Não, não disse isso....imagina! rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk aopa empata, o marido chegou opsssssss não será desssa vez que terminara o que começou kkkkk

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.