Visitantes da página

quinta-feira

Chuvas de inspiração.



Espero por chuvas, chuvas de real ou surreal inspiração;
Mas, encontro-me sobre a terra esperando...e não sublima-se aos céus o que não seja líquido, e ainda assim há de se esperar distinta forma de transmutada precipitação;
Chuva em sua original forma, após experimentar diversificações físicas de sua própria e inalterada composição...à terra, retorna;
Sublima, condensa, precipita...regressa à terra que por ti se faz sedenta, em tua mais sublime forma;
Seja chuva onde boa vida peça para nascer, semente germinar, bom fruto em forma de alimente...oferecer;
Seja chuva que faça atenuar, confundir-se com lágrimas para sofrimento ocultar...chuva que faça coisas crescerem, redimensionar...realocar, desaparecer;
Chuva que faz pontes entre dias e noites...oculta crepúsculo no horizonte, esconde o alvorecer;
Chuva, que inspira poetas, desespera quem por ti não espera...chuva, paradoxal é o sentimento quando dos céus, olhos distintos lhe vejam descer;
Mãos que se juntam em reza para agradecer, mãos que se abram e joelhos que se dobram em súplicas, para cessar este chover...
Se é boa inspiração, se cinza é a cor do dia que peça por inspiração...cinza será sorriso, cinza será poesia, será canção;
Se é chuva ácida, assim feita pela acidez humana...coisas humanamente causadas...
Fique longe da plantação daquele que dela necessite, caia isolada distante do ostracismo de quem padeça em inanição;
Chuva, seja simplesmente....sempre permissão para ser;
Ponte invisível entre dias e noites, poesia, canção...gritos de louvores ou horrores;
Chuva de inspiração é o que se espera, mas chuva...também será em algum lugar razão para dissabores.




Um comentário:

  1. Chuva simplesmente sendo, sem necessitar de licença para ser....chuva onde coisas peçam para nascer. Seja inspiração...seja distante, de formas de vida que, por tuas águas...sejam levadas para sufocar e morrer.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.