Visitantes da página

terça-feira

Ato falho.

Tentei meu melhor, embora soasse como de qualquer pessoa, o pior;
Tentei ser igual, porém distinto...tentei ser cravo sem espinho, suave sabor amargo de bom vinho tinto;
Tentei ser...porém, tentar neste verbo deveras ingrato é prelúdio para fracasso;
Ser, simplesmente sem soar necessariamente agradável...ser ácido, ser dócil em revés...primeiro percalço;
Princípio de todo ser, futuro daquilo que  se espera...presente, sendo desagradável surpresa simplesmente por ser proeminente forma de errante ser, humano...
Ocultar, embora em translúcido olhar, uma indomável fera;
Do futuro muito se  desenha no papel, ou no abstrato que seja utopia aprazível se espera...futuro, sempre muita pretensão, jamais se consumando em fato;
De fato assumo, seria eu um protótipo imperfeito de ato falho...
Gostaria somente de saber, além da própria concepção, além do crime hediondo que fosse nascer...
O que mais...faço de errado?
O que faço para esta miserável forma de ignóbil existência, merecer? 
Todos terão sua cota...porém, a minha creio eu que esteja além daquilo que se possa consentir...
Muito além, daquilo que um ser que se diga humano, possa conceber!





Um comentário: