Visitantes da página

sexta-feira

Alceu Dispor.

Vivo assim, em singelos versos complexos sobre minha própria alegria ou dissabor...Alceu Dispor;
Faço de mim vários, para arrancar um sorriso faço tipo de otário, por amor seja pelo quê for, engulo sem hesitação prévia minha própria dor...Alceu Dispor;
Sou ninguém, sou tudo e o nada...jamais sou cume a ser alcançado, mas sirvo bem como escada...Alceu Dispor;
Sou conveniência, especialmente para entretenimento quando perda de tempo mais interessante não haja e sinta-se necessidade por algo que preencha o vazio de toda ausência...Alceu Dispor;
Sou verso, sou reverso...tergiverso sobre meu próprio ignóbil, não obstante útil jeito de subsistir, sou universo para mim...
Contudo, serei apenas um trem de passageiros pouco agradáveis e nada lisonjeiros, cheio de egos a se confrontar, se confundir...Alceu Dispor;
Quando necessitas de um ombro amigo e se lembre de mim somente na dor, Alceu Dispor;
Quando plantas sementes de ódio...porém se faz surpreso ao colher frutos de dissabor, Alceu Dispor;
Quando oras, quando se lembra nas vitórias...se esquece nas derrotas, seja como for...Alceu Dispor;
Não, não sou Deus...sou tal qual a este invisível, mas sou humana forma descartável, da vida apenas bom para que seja coadjuvante ator...Alceu Dispor...
Quando esqueceres de vossa senhora e estiveres na noite entretido com outras damas, ou com o gosto amargo do barato torpor....ALCEU DISPOR!
Avisa-me somente, previamente sobre vossa hora de chegada...por favor!

P.S: Ora sou Ricardo, sob seus pés bom capacho astuto, lhe admirando. Sou bom alento, bom consolo, especialmente...quando não estás olhando. Sempre, Alceu Dispor! Às vezes, me chamam por FERNANDO.                      

                                        
                            
ELA TEM  SUA ATENÇÃO, SEU CARTÃO... MAS,  É POR MIM QUE SENTE ...DEIXA PRA LÁ. ALCEU DISPOR, IRMÃO!

        

                         

Um comentário: