Visitantes da página

segunda-feira

O espólio do amor.



O amor não sendo necessariamente energia, mas sentimento...poderia então nascer, viver e morrer para sempre, a qualquer momento;
Amor energia...se faz de dois, transforma-se em compaixão se necessário, mas jamais deixa de ser o sentimento incondicional do qual se fez origem...originário;
Amor fantasia viverá na utopia, no plano das idéias será perfeito e não será profano ou profanado pelo humano tão imperfeito, mas ainda será fantasia;
Amor...se este nasceu e um dia, como forma pura daquilo que seja divino e incondicional um dia faleceu, imagino se um legado deixo...imagino, se um testamento ele escreveu;
Histórias de vida, histórias vividas e histórias simplesmente escritas;
A riqueza deixada por certas coisas que partem, é riqueza em plenitude para ser desfrutada em vida...e talvez, haja pouco para destas se aproveitas tal qual a vida humana, quando esta é ceifada e ao gosto da terra, cumpre sua sina e é recolhida;
Humanos podem talvez deixar bens que sejam materiais a serem por entes queridos ou detestados, desfrutados;
Sentimentos...se um dia realmente morrem, não acumulam riquezas que não sejam nos corações em que habitam, sentimentos sublimes são razão para se pensar que não somos meramente carne e que nosso propósito seja realmente digno e justificado;
A beleza de viver...viver além daquilo que possa se chamar de sempre enquanto se faça presente, viver além da carne e do pecado;
Sendo assim, simplesmente fica proposta uma incômoda idéia que se faça relevante, anos após afirmativas de que o verdadeiro amor não passa de utopia e jaz assassinado...devidamente, sepultado...
O espólio do amor ainda é algo a ser por muitos desejado...embora, por muitos seja riqueza atraente e se pareça com dinheiro amaldiçoado;
O espólio do amor quando fora assassinado...ainda tem jeito de tesouro estimado ou fruto cobiçado, mas espólio será apenas o que do todo que fora um dia resta, tem gosto amargo e mundano de condicionalidade...gosto de coisa que não presta.




2 comentários:

  1. "...Sendo assim, simplesmente fica proposta uma incômoda idéia que se faça relevante, anos após afirmativas de que o verdadeiro amor não passa de utopia e jaz assassinado...devidamente, sepultado...
    O espólio do amor ainda é algo a ser por muitos desejado...embora, por muitos seja riqueza atraente e se pareça com dinheiro amaldiçoado..."

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.