Visitantes da página

domingo

Nossa Sociedade...é Palmeiras!



Perdido sentado no branco de pureza da areia, entre o mar cor de safira...os encantos da sereia;
Alheio à imensidão azul meus olhares se faziam...preferiam o verde, daquela solitária palmeira;
Natureza de cores diversas, todas serão lembradas em versos, porém para mim somente o verde interessa;
Natureza...de exuberante beleza, sentado na areia rodeado de incertezas...achei meu lugar, na sombra da solitária palmeira;
Perfeição na paineira, tão altaneira...adoro também te contemplar, mas somente se sentado sob a velha palmeira;
Em verdes gramados, corações apaixonados, pulsando na intensidade de noventa minutos...milhões de pares de chuteiras;
Não somos melhores, jamais tivemos esta soberba pretensão;
Ser diferentes em nosso existir, ser assim passionais e gloriosos é natural de nossa inata condição;
Sentado em uma calçada sem pensar em nada e repentinamente, lembro-me Da Guia;
Lembro-me então, que fosse onde estivesse não era eu escolhendo palmeiras, mas era o destino assim em teus desígnios e caprichos, que me compelia;
Palmeiras corre no sangue, não é fruto que se colha ou oportunidade que se escolha...é dádiva dada para se sentir, a quem a vida escolhia;
Até mesmo o pároco, seu sermão interrompia para ajoelhar-se em devoção a um magnífico, porém deveras errante e hilário santo tão humano, em devoção...em uma missa, naquele dia;
Não eram as cores que pessoas, ainda em minha tenra idade colocavam como opções para escolher...
Dentre cores, tricolores ou alvinegros...era verde que fazia assim meu olhar tão distraído e um delicioso motivo para em meu coração, tão intenso bater;
Como disse um dia Joelmir...desnecessário se faz explicar;
Até tentei de ti esquecer, mas impossível se faz quando presente em meu coração, embora tão distante de meu olhar...
Até mesmo quando me feres, sou como o eterno apaixonado, embora magoado, que de ti não esquece de se lembrar;
Palmeiras, histórias em um futuro, sobre ti ou sobre nós, hei de contar...porém, hoje se faz mais um dia de intensamente te viver...
Hoje, é mais um dia para celebrar este singular sentimento em uníssono cantar e vibrar;
Resplandecendo na lua, ainda que fria e escura, na aurora de uma ensolarada manhã...como é bom ver somente Palmeiras, para o verde de meus olhos iluminar.




4 comentários:

  1. Olê...Olêêê....eu canto eu sou PALMEIRAS, até morrer! :')

    ResponderExcluir
  2. QUEM SOU EU PRA DIZER ALGO EM TAMANHA PERFEIÇÃO......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe quem é você? Você é a única pessoa que alimentou meu sonho e não o deixou morrer em um mundo, onde tantos egoístas que esquecem de SUAS ORIGENS EM SEUS CARROS DE LUXO, poderiam dar um segundo de atenção.
      Mas, como tudo bem...tudo bem.
      Muito obrigado, meu anjo!

      Excluir