Visitantes da página

sexta-feira

Histórias de amor e um destino. (P.S: Eu te amo, para sempre)





  
Fitando teus olhos marejados, como se fossem espelho a refletir os meus;
Segurando firme tuas mãos, em ato de acalentar...a velha dor da saudade, que há pouco tempo se fez e tanto doeu;
Partiu para sempre, eram duas figuras para o mesmo álbum completar;
Eram eternos enamorados...como a lua, em eternidade flerta com a imensidão do mar;
Cartas, ele deixou...deixou vida, ainda em vida, para que vida pudéssemos estar agora a celebrar;
Por que então, na garganta insiste este nó que em lágrimas involuntárias nos olhos, venha a se desatar?
Olho para ti, linda diante de mim...lembro do que ele sempre me dizia;
A morte poderia vencer em hora inesperada, mas a vida sempre haveria de triunfar e prosseguia;
Amor não haveria de morrer, simplesmente se modificar...e seria possível amar novamente, um dia;
Olho para ti, mas não gosto de lhe desejar, pois simplesmente jamais fora minha;
Eram um lindo livro que esperavam juntos o epílogo da história;
Eram um lindo livro...agora abreviado, junto a ele escreveste os mais lindos capítulos desta memória;
Lembrando, neste mesmo lugar...de onde ele parece não ter partido, onde para sempre ele parece ficar;
Ainda nos recordando daquele sorriso, sobre desgraças não sabia...simplesmente pegava seu violão e mais um dia, compunha algo distinto sobre ti para lhe encantar;
É querida amiga...triste para nós é o destino e seus desígnios, lindo é assim poder falar sobre incondicional amar;
Pois, não fora mera pretensão da mente ou do coração, foi real história da qual estamos a nos recordar;
Estar contigo, sempre estarei...assim como no céu ou em qualquer lugar, como uma estrela solitária ele estará a lhe observar;
Estar contigo, agradeço por ser destas almas gêmeas, mais que amigo...
Mas, alguém que um dia, o livro que não concluíram em vida, esta história por vocês terminar;
Vá viver, minha querida, pois assim ele haveria de desejar;
Deixe comigo a história, jamais afogue esta memória...deixe, um espectador do espetáculo mais lindo da vida, em versos sobre vocês contar;
Agora, que se faz hora de partir...reitero, reafirmo;
Não pretendo escrever uma nova história contigo;
Com ele...foi escrita para a eternidade a história de dois e um destino.




4 comentários:

  1. Inspirado nesta obra-prima, da sétima arte.
    Existem realmente, amores que nem mesmo a morte vence.
    E se não vence....infelizmente, somente nesta hora de dor, como certeza de que fora incondicional enquanto em vida durou, convence.

    ResponderExcluir
  2. Meuuuuu Deus que coisa mais linda do mundo, não há o qie dizer ta perfeito de mais :')


    Por isso n me canso de te dizer, príncipe eu te amo para sempre....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero realmente que tenha feito sentido tudo isso...se não faz sentido, também ninguém tem nada com isso.
      É história de dois, e dois hão de bastar...ainda, que não seja nada disso! :)
      Obrigado, meu ANJO!

      Excluir
  3. Não sei parar de chorar, como és lindo essa forma de escrever obrigada querido por alegrar nossa tarde e nos fazer feliz com essa maravilhosa poesia PERFEITO.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.