Visitantes da página

terça-feira

Antes tivera sido.




Gostaria de ser algo que não fora somente para si mesmo;
Gostaria de ser antes, jamais depois daquilo que já se foi...que passara rente desapercebido de meus olhos, fora antes de mim mesmo;
Gostaria de ser algo, mas talvez...não goste mais de ser eu mesmo;
Quando sinto que ainda há muito para ser verbo e ser significativamente singular, mas para acender uma fagulha que se concretize em idéia transcrita por minhas mãos...há de soar sempre como mais do mesmo;
Gostaria de ser pioneiro, gostaria de chegar adiante primeiro;
Embora, adiante diante de meus olhos sempre será como horizonte distante e jamais se parecerá como linha de chegada, vitória alcançada...mas, sempre utopia, coisa imaginária que somente me faz cansar de minha própria caminhada;
Linha de chegada, tesouro virgem...coisa jamais tocada;
Pelas mãos de alguém que não fora escolhido pelo destino ou pelos olhos de um poeta infame e cretino, jamais será pela primeira vez vista...somente, imaginada;
Queria ser algo que poderia orgulhar-se doravante de, ao menos uma vez em vida, ter encontrado a verdadeira preciosidade...o diamante. Ao final de onde leva o céu em sua cauda colorida, que em dias de chuva e sol, se faz iluminada;
Queria ser sujeito e não estar sujeito...ser explorador que não se iludiu com ouro de tolo e parece ter percorrido à toa sua longa jornada;
Queria ser sagaz o suficiente ao menos para enxergar aquilo que emitisse sinais, mas não se materializa em minha frente;
Queria ter o orgulho de alguém que fora antes de outrem, alguém que não sinta-se somente como aquilo que se faz presente nos meus olhos e ausente em minha mente...degustando em minha boca, como o amargo sabor de um nada no presente.





Um comentário: