Visitantes da página

sexta-feira

Amanhã, não se sabe.



Melhor dizer agora...agora pode ser o momento, para coisas repentinas relevantes ao menos para si, não se pede um tempo;
Se perde um tempo, quando se pensa na opinião alheia, quando se pensa que toda projeção em espelho que sejam olhos de terceiros, seja feia...que não é sólido ou consiste, para não se converter em areia;
Se, perde tempo pensando sobre aquilo que já foi dito, ou sabiamente escrito...perdeu-se a oportunidade de ter sido singular em teu jeito de dizer, o assunto repetido ou quem sabe, aquilo jamais dito;
Perde-se a chance de fazer de teu jeito, de obedecer aquilo que incorre na mente e pulsa no peito...se perde a chance, de ter deixado tua marca, ter feito do seu jeito;
A chance é agora, pois sobre todas as coisas não saberá sequer a mente mais culta...peça a si mesmo desculpas, por ter perdido a chance de ter feito da forma mais singular e bonita;
Tua voz ontem soava suave, hoje soa genial...seria então, hoje teu momento ideal, pois o amanhã não se sabe, ou poderá soar maldita;
Mais do mesmo, ou novidade...dependerá talvez da compreensão acerca de coisas já ditas;
Dependerá se há necessidade de coisas novas, quando de coisas velhas ainda não se fez compreensão e se façam relevantes para que sejam novamente, de forma diferente repetidas;
Se, reitero, como tudo há de ser possibilidade em um mundo de incertezas....
Idéias hão de me procurar, para através de minhas mãos, dizer aquilo que para mim mesmo será surpresa...a não sabida mensagem;
Amanhã terá como resposta nesta suposta mensagem, um diferente ponto de vista...uma distinta imagem;
Amanhã terá...ou não;
Amanhã se nada houver a ser dito, há silêncio como opção.













7 comentários:

  1. O momento será...quando for pra ser agora. Ontem pode ter sido o momento, mas quem viveu e morreu na intensidade de ontem...alguém por esta vida, hoje chora.
    Se é despedida, não sei...se importa para alguém ou para mim mesmo, também não saberei.
    Se valeu a pena...com certeza, disso estou certo e afirmo que sei.

    ResponderExcluir
  2. E como valeu, você meu menino é um ótimo poeta, e o nosso cara que escreve e trás alegria de viver para mais um dia sorrir como dito ontem, valeu a pena e vale sentir toda essa emoção, ler um texto seu não é somente ler por ler e sim sempre aprender.... Se emocionar e tudo mais gostei muito :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O gatinho por trás das teclas da Olivetti...velha Olivetti...rsrsrs
      Esse cara, sou eu.
      Valeu, menina!

      Excluir
  3. Gostei, sábias palavras. Bom dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, minha querida!
      Seja bem-vinda.
      Abraços fraternais!

      Excluir