Visitantes da página

sábado

S.O.S - Eu quero existir!





Estimula o corte...lâmina que procura caprichosamente uma artéria, metal que sangra sem procurar a morte;
Busca por atenção brincando com a própria sorte...
Busca por algo que não se sabe ao certo, fazendo pingar líquido vital que escorre ao acaso e há de definir talvez para morrer ou sobreviver...quem seja fraco ou seja forte;
Deprimir-se por estranha vontade quando poderia estar à vontade;
Deprimir-se por motivos fúteis aos olhos superficiais que parecem condenar, ou sentir falsa piedade;
Lâminas não buscam artérias, não buscam a morte...mas, buscam ao menos sentir algo que não seja a amargura de um insuportável e tão pessoal dissabor;
Seria talvez, pela excruciante sensação de amor traído ou não correspondido...será por qualquer e tão pessoal para ser julgado, motivo;
Seria talvez, a própria e causada dor proposital e paradoxal torpor, que há de torna um pouco menos infernal a arte de sobreviver aos dias ou simplesmente...sem motivos, estar vivo;
Sem coragem para morrer...com coragem para se ferir até desfalecer;
Busca de atenção, busca de um motivo talvez ou real afeição...procura incessante por algo que justifique a razão de ser;
Um dia, entretanto...o sangue há de cessar, a brincadeira poderá ser pra valer;
Tudo o que era vida, assim como a areia que escorre por entre os dedos, involuntariamente poderá jorrar...
Quando, por acidente talvez, a veia vital com o metal se encontrar e fazer acontecer algo além de somente um breve e premeditado ou não, sofrer;
Todos hão de derramar falsas lágrimas, todos por um dia talvez...imersos em seu maldito egoísmo irão se lamentar, mas por uma eternidade agradecer;
Por um problema que partiu, ainda que este problema fosse vida;
Por algo que não existe mais...pois, ignorar ou fingir algum interesse, será sempre a melhor saída.





3 comentários:

  1. Se para todo mal não há de existir cura...quem sabe, quem se corte ou atente contra si mesmo para sentir dor...não ESTEJA FAZENDO ASSIM SOMENTE POR FRESCURA?
    Olhos atentos para uma vida que peça socorro...ou persista em seu existir tão egoísta, acreditando ser normal sua cruel loucura.

    ResponderExcluir
  2. Porque ver que não ha problemas algum diante dos olhos, será a melhor saída, se importa? Desculpe estou oculpado (a) de mais para ver e te oferecer uma solução. Egoísmo sempre fala mais alto.

    Ótimo.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.