Visitantes da página

domingo

O existir é sábio.





Coisas sublimes, ou coisas do além podem estar entre nós a passear;
Tudo aquilo que é sublime e bom demais para ser humano, jamais deveria se materializar;
Aquilo que se torna matéria, por ser de natureza sublime...belo há de se tornar;
Toda forma de beleza, olhos humanos não saberão contemplar, sem entretanto, cobiçar;
Ser do além, ser de beleza ímpar e de natureza etérea e sublime...continue invisível entre nós em seu suave passear;
Por olhos incautos ou pecaminosos, jamais preocupe-se em simplesmente perpassar...pois, sua essência e condição são de eternidade, e com seres mortais e sujos jamais deveria se misturar;
Deuses do além, anjos do céu...sereias do mar;
Continuem a existir, somente em meu ou no alheio mundo utópico, onde somente há de se imaginar;
Alguns hão de querer suas vestes ou corpo sagrado tocar, outros hão de querer sua natureza imaculada, profanar;
Sereia do mar...não hesite em se fazer miragem para simplesmente um curioso e perverso, no mar de suas próprias lágrimas de desespero afogar;
Deuses do além, demônios que sejam ou anjos de natureza celestial que não podemos tocar...espíritos de luz, que talvez caminhem por aí simplesmente por compaixão, para nos auxiliar;
Mantenham-se por perto, mantenham-se longe de nosso olhar;
O existir superior fora generoso com vós...sabedoria e beleza sem sofrimentos, para um período que possamos chamar de sempre hão de ter...sem necessidades de ostentar;
Não merecemos vossas imagens contemplar, pois se nascemos carne...nascemos para sofrer e dores, que iremos sentir ou consentir, não serão nada além de dívidas que mereçamos pagar.




Um comentário:

  1. Anjos...cuidado ao nos cuidar ou nossas vidas malditas, abençoar.
    Nada se sabe sobre nossa essência, pois poderemos estar contra ti mesmo, em tua nobre missão a praguejar.
    Anjos...vão aos céus seu doce canto de ninar, entoar.
    Humanos devem acordados na insônia do pesar em sua própria mente, sofrer...humanos, merecem por todos seus pecados, pagar.

    ResponderExcluir