Visitantes da página

segunda-feira

Direito de viver, dever de obedecer.







Acender a luz que dissipa toda ignorância, ou temer na escuridão de um quarto desde os primórdios de seu existir, o nada;
Indicar o caminho que acredita ser certo a seguir, ou repreender sem prévia argumentação, com a brutalidade que se traduza em palavra ou pancadas;
Sem prévia argumentação...pois, para si mesmo jamais fora algo e estranhamente agora, paternidade é tua realidade e injusta condição;
Jamais aprendera uma lição sobre o que seria em verdade viver;
Jamais compreendera a real complexidade da vida, contudo...como exacerbação maior de teu egoísmo, faz um pequeno fruto que contempla indiferente ou taciturno, nascer;
Espera nele tudo o que não fora, espera ensinar ainda que, por métodos rudimentares...aquilo que você mesmo nunca veio a ser;
Vil cidadão que não compreende que, quando há ignorância, se faz natural todo temor que preceda o simples ato de ver;
Faltou compaixão ou instrução, faltou-lhe conteúdo para aprender que, quando há respeito em verdade...não há necessidade da imposição por força, de algo que se chame autoridade para se temer;
Cria-se um projeto de seu próprio egoísmo, esquecendo-se que este projeto terá vida própria e deveria ter alguma liberdade para, por si mesmo, escolher;
Cria-se algo para si, quando na verdade é criatura do mundo este pequeno ser que sequer pediu para nascer;
Parabéns...é condecorado idiota presenteado com toda estranheza que, para ti, seja paternidade;
Não fora nada além de um ser ignóbil que sequer como mau exemplo haveria de servir...apenas, um pesado fardo para a sociedade;
Espera em teu filho, espera que lhe traga renda ou alegrias, quando sobre ser feliz nunca soube...ainda na tenra idade;
Critica com acidez, não poupa contra seu rebento todo destilar de veneno de suas própria frustrações, com requintes de crueldade;
Gostaria que fosse algo para se orgulhar, quando de ti mesmo se envergonha...continua então, a procurar objetos para saciar a sede de sua própria mediocridade;
Entusiasta de terceiros...para os teus, jamais fora lisonjeiro...
É alguém que, sobre ser pai ou mãe em verdade, nada soube e se faz cego para amor verdadeiro;
Amor, que se traduz para ti, em notas sujas para contar...naquilo que realmente espera de teu filho para se orgulhar;
O maldito dinheiro! 







7 comentários:

  1. Para todo(a) infeliz que venha a servir.
    Piedade, aos pais que sofrem por filhos ruins....MISERICÓRDIA, aos filhos que sofrem em lares onde se aprenda somente violência e discórdia.
    Querem ver formados, aquilo que ajudam a destruir...FRANCAMENTE!

    ResponderExcluir
  2. Sabe meus pais só pensa em dinheiro pode até parecer irônico que vou dizer mas eu não ligo para essa MERDA DE DINHEIRO, eles sempre continuam obcecados para conseguir ainda mais, isso me deixa louca, com 19 anos eles não sabem nem qual seria meu sonho.
    Olha por meio de seus meios conseguem sempre me deixar mal
    insistem que precisamos ter uma casa maior, um carro melhor e
    roupas. Eu chamo PAI ele ja diz: Você está sem dinheiro?
    Para muitas pessoas, o objetivo é sempre ter mais, eu odeio tudo isso...
    A esperança é que mais cedo ou mais tarde, eles se apercebe da realidade, eles já me perderam, criariam uma filha para o mundo criar o dinheiro sempre falou mais alto, olha Fernando queria mesmo dizer a estes malditos que eles destruíram minha vida por conta dessa merda. Pais egoísta só pensa em si mesmo e coloca filhos no mundo para sofrer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os nossos pais nos cria como se fossemos propriedades, se beneficia do que um dia podemos oferecer, valor nenhum se tem um filho que não oferece nada. Valor não há se não for do jeito que eles quer. Seja você quem for uma coisa, NÃO DESISTA DE SUA VIDA, DEIXE ELES COM DINHEIRO DELES, 19 ANOS JÁ DA PARA METER OS PÉS NO MUNDO E VIVER POR SI, CONSTRI SUA VIDA QUERIDA FORÇAS.
      Surpreendente seus texto. Abraços Fernando.
      Sidiley.

      Excluir
    2. Exato amigos....SOMOS MALDITOS PROJETOS DAS FRUSTRAÇÕES, NAS QUAIS ELES FAZEM PROJEÇÕES DE TUDO AQUILO QUE ESPERAM QUE SEJAMOS E ELES MESMOS...NÃO FORAM!

      Excluir
    3. Sem dúvidas sempre querem mais do que temos e podemos oferecer MALDITOS SEJA.

      Excluir
  3. Maldito seja esse dinheiro... é como disse misericórdia Deus!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.