Visitantes da página

sexta-feira

O show...deve continuar?

Quando o céu já não mais contigo estiver, quando o Sol se pôr ou a última estrela se apagar;
Quando o entusiasmo já não é mais seu companheiro, quando a inspiração não vier mais te visitar;
O céu se desfaz, te abandona...as flores murcham, árvores morrem e nada que seja digno parece vir à tona;
Subir ao palco, escrever uma letra, do circo fazer subir a lona...parece não ser mais aprazível ou eficaz, o torpor somente parece ser tudo o que lhe apraz;
Quem te olha não te vê como antigamente vira, têm respeito pelo seu nome...mas, é notório que sua alma, de ti fugira;
Torna-se então um palhaço que não diverte, um poeta que nada diz ou um cantor ou banda que por meros contratos assinados, ao palco sobe e dele, impassível desce;
A multidão contigo não canta, você já não mais encanta...seus textos ninguém há de comentar, pois não há nada neles dignos de se notar ou comentar;
O ceú se foi, a estrada parece ter chegado ao final;
Nunca sabemos se é mero hiatus, reticências, ou definitivamente hora de sair pela tangente, pela porta dos fundos como um ser banal;
Nunca se sabe do amanhã...sabe-se somente, que quando torna-se opaco o brilho no olhar e dentro de si edifica-se um muro de angústias, intransponível...que impeça sensações inspiradoras sua alma de tocar...talvez seja hora de parar, seja sinal, que o seu manancial finalmente veio a se esgotar;
Acredito que quando não há mais nada por ser dito, seu show não mais agradar...se for somente para seu ego satisfazer ou por contas a pagar, não...o show NÃO deve continuar;
Melhor apagar de uma vez, e ao ostracismo completo...retornar e para sempre, ficar.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.