Visitantes da página

sexta-feira

Identidade: Brasileiro.



Raça pura...por que uma estirpe para se orgulhar quando somos frutos de nobre miscigenação, de uma linda mistura;
Somos brancos, com sangue negro...somos índios, somos aquilo que é indivisível e são muitos que constituem um ser singular, um ser inteiro;
Não ostentamos rótulos, somos raça forte...a mistura de nossas cores nos fez mais forte;
Somos filhos do acaso, somos filhos daqueles que no mar se lançaram à própria sorte, para colonização ou para a escravidão com gosto de morte;
Somos filhos do povo tupiniquim desta terra, terra que repudia a guerra...lugar abastado de riquezas e admiráveis e singulares belezas;
Para o desertor, para quem pede asilo, para o estrangeiro somos caloroso abrigo;
Para nós mesmos somos estranhos, que caminham nem sempre de mãos dadas e sequer entoam a mesma canção;
Não nos vemos como iguais, sejam em campos, ruas, estados, cidades ou na construção;
Temos identidade, mas para nosso irmão de cores ou sotaque distintos não mostramos piedade;
Somos amigo do estrangeiro, infelizmente, nos vendemos por qualquer dólar, euro...qualquer dinheiro;
Aos que nos chamam de macaco, como Ruy Barbosa disse no passado venho a reiterar:
"Qual língua desejam que este macaco venha a falar?"
Todos iguais, alguns mais iguais, todos no mesmo caminho, mas não deveriam ser caminhos paralelos, ninguém deveria andar sozinho;
Ao senhor americano, ao senhor europeu, simplesmente vos digo meus caros: sou brasileiro, sou capaz e tenho orgulho de minha origem "vira-latas", o que simplesmente nos falta é de um povo a identidade...o que nos sobra, interessa ao mundo afora e nos observam, muitos olhares;
Sou brasileiro, não sou branco, não sou índio, japonês ou preto...somente sou um latino distinto que quer a massa toda um dia poder abraçar, e exijo respeito!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.