Visitantes da página

sexta-feira

Folhas da Vida.






Folhas verdes, ricas em cor e encanto...clorofila corre em suas veias e te enchem de vida;
Folhas...estarão quase sempre à mostra, despertam interesse na primavera...despertam tristeza e nostalgia no outono e nada são, quando o alto inverno impera;
As folhas das árvores, dos arbustos, folhas rasteiras...são como aquelas que nascem da sangria da nobre madeira, para a escrita do humano desde rudimentares e ininteligíveis símbolos até frases plenas, histórias inteiras;
Folhas...quando carregam sua riqueza e são inspiradas pela natureza,  a divina ou a humana...hão de despertar interesse, serão contempladas ou lidas;
Folhas...quando amarelas e sem alma, quando finalmente caem...pela neve fria não serão acolhidas, não serão olhadas, sequer lidas....simplesmente, por uma vassoura ou pelo esquecimento serão varridas;
Mas, como tudo há de se renovar, assim como a sábia natureza...a inspiração retorna às folhas humanas um dia e devolvem à estas sua beleza;

Folhas em branco vêm da natureza, assim como o ser humano....são partes complementares de um todo, e hão de expor sua beleza novamente e repetidamente, mas....sempre com algo que se possa chamar de novo.




Nenhum comentário:

Postar um comentário