Visitantes da página

segunda-feira

Fogo e Gelo

Fogo de olhos que não faíscam onde o céu é plúmbeo e predomina o gelo;
Olhos gelados, ainda que claros, onde o Sol brilha são opacos e não possuem alma, logo não desta não se fazem espelho;
Olhos cor de mel, cor de esperança ou cor do céu;
Olhos de safira, belo encanto, provocante e inocente tom que atrai sábios e inocentes para uma armadilha;
Quando se parecem com o mel, experimenta-se a personalidade que por trás destes se oculta com sabor do fel;
Olhos de esmeralda, cor de esperança que é distinta, fascina e encanta...cor secundária, entretanto, que escondem na persona que ostenta todo tipo de malícia e enganos;
Olhos da cor do céu, olhos cor de mel...olhos de esperança, cansados em adultos e faiscando em crianças;
Onde o céu é cinza, seu tom quando é parecido com verdade e condiz com a personalidade...ainda que na ausência de luz há de se destacar e jamais perder-se-há em opacidade;
Olhos que nascem vivos e morrem com fatos da vida, ou são natimortos; da própria existência, a escuridão de dissipar não terão a capacidade;



Onde o Sol predomina, jamais serão como um iceberg que expostos a este, derretem...simplesmente pela verdade e pureza que neles estão presentes, hão de brilhar ainda mais intensamente...e dignos serão, de serem eternizados em fotos ou telas, eternamente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.