Visitantes da página

terça-feira

Da minha maneira.

Abaixo, acima, não hei de procurar por estima...não obstante o presente, doravante há de ser diferente; 
Muito frio, ou muito quente...a temperatura hei de ajustar, a válvula que reluta em se mover, em algum momento há de ceder;
Vim de algum lugar, não vim da terra...não vim do mar. Vim de uma semente, vim do âmago, do ventre...onde a vida é por tempo limitado tranquila e onde é aconchegante e quente;
Por fim vos digo, se ante víboras sucumbi ou se entre outras caminhei...até aqui cheguei com uma gota de fé, uma fé que há de fazer com poucas palavras, as pás de algum moinho abandonado...mover!




Nenhum comentário:

Postar um comentário